22/11/2019

“A luta continua” diz presidente do Coren-AL sobre PL do Descanso Digno

O Projeto de Lei foi vetado pelo governador, a luta é para que o veto seja derrubado pelos deputados

O Projeto de Lei (PL) do Descanso Digno para enfermagem, de autoria do deputado estadual Davi Maia, foi vetado pelo governador Renan Filho, em publicação do Diário Oficial do Estado do dia 14 de novembro. Agora, a pauta volta para Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas (ALE) para apreciação final dos deputados.

O presidente do Conselho Regional de Enfermagem de Alagoas (Coren-AL), Renné Costa, tem acompanhado o caso de perto e garante que a luta continua. “Esperamos que, assim como no dia da votação do Projeto de Lei, os deputados também sejam unanimes em derrubar o veto do governador e, assim, garantir que a enfermagem tenha a dignidade que tanto precisa”, afirmou.

O trabalho de peregrinação nos gabinetes dos deputados já começou e uma nova mobilização deve ser marcada entre a classe para o dia da votação na ALE. “O mais importante é cada profissional lembrar quem votou na última eleição e fazer um apelo nas redes sociais desse deputado. Precisamos cobrar de quem nos representa”, destacou Renné.

Retrospectiva
Em outubro deste ano, os 26 deputados que estavam presentes na Assembleia Legislativa reforçaram a importância do profissional de enfermagem para a manutenção da saúde pública. Todos eles votaram a favor da PL 90 do descanso digno da categoria, que garante uma sala de repouso em cada instituição de saúde.

Foi após articulação do Coren-AL, que o Projeto de Lei foi protocolado em maio deste ano, quando aconteceu a primeira audiência pública na ALE para tratar dos desafios da enfermagem alagoana. A discussão ocorreu durante a Semana de Enfermagem, organizada pelo Conselho.




  • Receba nossas novidades