07/01/2022

Cofen recomenda quarentena para profissional de Saúde com covid-19

Proposta de redução do afastamento para cinco dias aumenta o risco de transmissão
Nota Oficial

O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) manifesta preocupação com a proposta de reduzir o afastamento laboral dos profissionais de Enfermagem infectados pela Covid-19, nos casos assintomáticos. Os profissionais de Enfermagem atuam diretamente na assistência à população, incluindo doentes, imunossuprimidos e convalescentes, entre outros grupos altamente vulneráveis. Reduzir o afastamento para apenas cinco dias implicaria risco para a população assistida.

A situação epidemiológica do Brasil, com aumento significativo dos casos de gripe, associados à persistência da pandemia de covid-19, demandas ações de Saúde Pública. Sobrecarregar os profissionais da Saúde convalescentes e expor a população não é a solução.

O Cofen reforça a importância de ampliar as contratações de profissionais, fortalecer a vacinação contra gripe e covid-19 – especialmente das crianças, que enfrentam injustificável atrasos –, aumentar a oferta de testagem rápida, do estoque de medicamentos antigripais, e ampliar a estrutura ambulatorial nos locais mais críticos.

Fonte: Ascom – Cofen