29/03/2019

Coren-AL lança nota de repúdio aos concursos públicos que desvalorizam a profissão

O Coren-AL salienta ainda que as questões trabalhistas são atribuições dos sindicatos, porém, apoia a luta pela valorização da profissã ...

O Conselho Regional de Enfermagem de Alagoas (Coren-AL) vem a público, por meio de nota, repudiar a atitude de três prefeituras de Alagoas que lançaram edital para concurso público, para cargos efetivos de enfermeiro, e oferecem um salário inferior, ou igual, a outras categorias de nível superior que têm uma carga horária menor.

De acordo com o Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Alagoas (Sineal), a remuneração para os aprovados no certame para a Prefeitura Municipal de Taquarana é de R$ 1.500; em Joaquim Gomes é de R$ 1.239,53; e R$ 1.500 em Colônia Leopoldina. Todos os editais exigem a carga de 30 horas semanais.

O Coren-AL salienta ainda que as questões trabalhistas são atribuições dos sindicatos, uma vez que fica impedido, devido as competências definidas pela Lei Nº 5.905/73, de 12 julho 1973, que dispõe sobre a criação dos Conselhos Federal e Regionais de Enfermagem, de tomar atitudes concretas sobre o caso.

Porém, a Entidade apoia a luta pela valorização da profissão e se solidariza com a categoria, repudiando qualquer ato que possa vir a desprestigiar o profissional, pois entende que a qualidade de vida só se dá através de salário justo e trabalho digno.

O Conselho reforça que a Enfermagem é de suma importância social pois é evidente que a sua participação é fundamental na melhora de indicadores da saúde e por isso, deve ser valorizada pelos gestores, instituições e sociedade em geral.

Para conferir a Lei Nº 5905/73 acesse o link https://goo.gl/sNJKU8




  • Receba nossas novidades