04/08/2020

Em meio à pandemia, enfermagem assume o protagonismo no combate à covid-19 em AL

Profissionais da enfermagem têm ocupado cada vez mais cargos de coordenação ou direção das unidades de saúde que ajudam a combater ...

Diego Albuquerque, enfermeiro e conselheiro do Coren-AL

Desde o início de 2020 que o mundo está tendo que se reinventar e se redescobrir diante da pandemia do novo coronavírus. Em Alagoas, há cerca de quatro meses, os enfermeiros têm se destacado na linha de frente do combate à covid-19, assumindo o protagonismo de diversas equipes de saúde. A prova disso são os cargos confiados aos profissionais da enfermagem durante este período, como coordenadores ou diretores de hospitais e centros de triagem.

O enfermeiro e conselheiro do Conselho Regional de Enfermagem de Alagoas (Coren-AL), Diego Albuquerque, está como diretor do Hospital de Campanha de Arapiraca. “Eu acredito que 70% das unidades de saúde de Alagoas estão com enfermeiros à frente de suas gestões. Estou muito feliz com o fato da enfermagem está ocupando cada dia mais o seu espaço”, afirma.

Para a enfermeira Jackelline Maria Barbosa Almeida, que está coordenando as atividades do Centro de Triagem Isa Castro, também em Arapiraca, as capacitações têm sido um diferencial para fornecer um atendimento digno à população durante a pandemia.

“Trabalhamos em equipe, sempre com o mesmo objetivo. As capacitações são primordiais para momentos como esse, pois em uma pandemia não há tempo, é tudo muito rápido. Precisamos de uma equipe treinada e comprometida para salvar vidas”, relata a profissional.

Jackelline afirma ainda que aprova a campanha do Coren-AL “Nem Anjo, nem heróis”. “A população precisa ter consciência que somos humanos, temos família, temos uma vida fora da enfermagem. Precisamos de respeito, descanso digno, salário digno e condições de trabalho para manter nossa saúde física e mental”, finaliza.

Maryana Costa, responsável pelo Centro de Triagem do Sesi, em Maceió

Maryana Costa, responsável pelo Centro de Triagem do Sesi, em Maceió, corrobora com a colega e salienta que manter um planejamento é importante, principalmente caso uma nova pandemia possa vir a surgir.

“Um momento que, mesmo atípico, abriu muitas portas para diversos profissionais da área. Entre os principais desafios de coordenar/administrar uma unidade é manter uma educação continuada, bem como prevenção e tratamento de patologias vivenciadas. Temos que ter planejamento para uma nova pandemia que pode vir surgir”, relata Maryana.

O presidente do Coren-AL, Renné Costa, afirma que o profissional de enfermagem está capacitado para quando a oportunidade surgir assumir o protagonismo com louvor e confiança. “A equipe de enfermagem é a maior entre os profissionais de saúde no âmbito de instituição hospitalar, por isso é o profissional mais preparado para liderar e motivar todos”, afirmou.




  • Receba nossas novidades