13/06/2019

Hospital do Coração institui Comissão de Ética da Enfermagem

A comissão será formada pela enfermeira Laura Cardoso, como presidente, a enfermeira Ellen Goés da Silva, e a técnica Andrea Santos

O Hospital do Coração é o 5º a instituir a Comissão de Ética da Enfermagem no estado de Alagoas. Durante a manhã desta quarta-feira, dia 12, o Conselho Regional de Enfermagem de Alagoas (Coren-AL) esteve no hospital para homologar a comissão e dar posse aos membros.

A comissão será formada pela enfermeira Laura Cardoso, como presidente, a enfermeira Ellen Goés da Silva, e a técnica Andrea Santos. Segundo o presidente do Coren-AL, Renné Costa, este é um momento importante.

“Apesar de existir a legislação desde 94, só na nossa gestão começamos a incentivar e instituir as comissões de ética. Ficamos felizes que aqui tenha sido uns dos primeiros, pois percebemos desde a visita do Coren-AL na Estrada, existir a valorização do profissional de enfermagem”, destacou.

As comissões de ética no âmbito hospitalar têm as funções: educativa, consultiva, e de conciliação, orientação e vigilância ao exercício ético e disciplinar dos profissionais de enfermagem.

O médico cardiologista Ricardo César Cavalcanti, diretor presidente do hospital, lembrou que a enfermagem é o profissional mais vital dentro do hospital. “Hoje todos os saberes estão mais diluídos em uma equipe multidisciplinar. Não existe essa hierarquia entre profissionais”, destacou.

Apesar de ser o Coren-AL que homologa as Comissões, a iniciativa da criação tem que partir dos funcionários e do Responsável Técnico da unidade de saúde. Segundo a enfermeira responsável técnica Milena Coutinho, só houve uma inscrição para comissão.

Segundo Nayron Vasconcelos, assessor técnico responsável pelos processos éticos do Coren-AL, a comissão dentro do hospital é uma forma de divulgar o Código de Ética e esclarecer os demais atos normativos que regem a profissão entre os trabalhadores daquela instituição.

Também estiveram presentes na reunião o conselheiro relator Rildo Bezerra e o Chefe de Fiscalização, Weslley Feitoza.

O Hospital do Coração de Alagoas já é referência no atendimento e no tratamento com seus funcionários, já recebeu o prêmio de 2° melhor hospital no Brasil para se trabalhar no total de 15 instituições de saúde avaliadas pela Great Place to Work (GPTW).




  • Receba nossas novidades