07/02/2018

Semana da Enfermagem Alagoana 2018 envolve entidades da classe e de ensino da profissão

O Colaborador Wbiratan Souza apresentou ontem, no Coren-AL, o Projeto

O Colaborador Wbiratan Souza apresentou ontem, no Coren-AL, o Projeto da Semana da Enfermagem Alagoana  2018, a ser realizada de 12 a 20 de maio. O evento acontecerá simultaneamente nos municípios: Maceió, Arapiraca, Palmeira dos Índios e Pão de Açúcar, em seus respectivas centros de ensino da Enfermagem (nível médio e superior).

Na condição de coordenador da Semana da Enfermagem Alagoana, Wbiratan explicou que o conselho este ano irá realizar o evento de forma integrada, com a participação de todas as instâncias representativas da classe (ABEN, SATEAL, SINEAL, ABENFO) e instituições de ensino em enfermagem do estado.

Vale ressaltar que cada instituição é responsável pela programação das atividades a serem realizada durante a Semana da Enfermagem Alagoana, e que o Coren vai marcar presença todos os dias, em todos os locais onde houver programação. “É o nosso interesse fomentar essa integração profissional. Acreditamos que unidos somos mais fortes para promover as mudanças e estruturar melhor a nossa profissão”, ressaltou o presidente do Coren, Renné Costa, revelando que a abertura oficial será na noite do dia 12/05, sábado, possivelmente no Teatro Deodoro, com todo o glamour que um evento desse porte requer.

Aproveitando o ensejo, o coordenador do evento, também coordenador geral da assessoria técnica do COREN-AL, apresentou e discutiu juntamente com os gestores das instituições de ensino da enfermagem do estado, sobre a Resolução COFEN Nº 509/2016 que atualiza a norma técnica para anotação de responsabilidade técnica pelo serviço de enfermagem e define as atribuições do enfermeiro RT.

“Na reunião de ontem começamos a sensibilizar os coordenadores dessas instituições pedagógicas quanto à necessidade de atualizações na legislação básica para o exercício profissional, almejando que os profissionais exerçam uma assistência de qualidade, com ética, livre de danos à saúde do paciente e respaldada na legalidade“, concluiu Wbiratan Souza.

ASCOM Coren

8/2/2018